Tratamentos alternativos para diabetes

24 de janeiro de 2014 | Autor: Centro de Diabetes de Curitiba

 

 

Uma divulgação interessante foi feita em um programa de televisão, onde foi relatado um estudo com oito pacientes que passaram a controlar melhor o diabetes utilizando água com quiabo. Podemos até estar frente a uma nova descoberta, porém não existem dados consistentes, até o momento, mostrando tal benefício, nem os riscos. Outro fato importante é que os pacientes permaneceram utilizando seus medicamentos habituais para o diabetes.

A maior parte dos medicamentos que utilizamos hoje tiveram origem em extratos de plantas e produtos animais, inclusive cobras e lagartos. Porém, o desenvolvimento dos medicamentos passa por diversos passos, como a identificação da substância ativa, a avaliação de reações e interações em programas de computador, os testes em animais e os testes em pequenos grupos de pessoas. Também são feitos estudos com milhares de pessoas divididas em diversos países e regiões, sempre comparando os benefícios e os riscos entre grupos que utilizam o medicamento e grupos que utilizam placebo (produto com aparência idêntica ao medicamento, porém sem ação terapêutica) ou outro medicamento conhecido. Processo que pode levar até mais de uma década e que nos traz segurança na indicação de um medicamento, sabendo os efeitos colaterais esperados, os benefícios e os riscos do uso.

Sendo assim, não podemos indicar a nenhum paciente que faça uso da água com quiabo ou qualquer outro tratamento alternativo e não estudado para tratamento do diabetes.

Orientamos também que não deixem de tomar seus medicamentos para o diabetes, principalmente aqueles que utilizam insulina, nos quais o pâncreas não produz mais quantidade mínima suficiente, podendo levá-los ao estado de coma e até matar.

Temos diversos medicamentos para diabetes no mercado que, se forem utilizados corretamente, juntamente com mudanças no estilo de vida, levam ao controle da doença, melhorando a qualidade de vida, reduzindo o risco de complicações e aumentando a expectativa de vida. Sendo assim, seguindo as orientações do seu médico, você pode controlar o diabetes, sem correr riscos desnecessários.

Artigo do médico endocrinologista Emerson Cestari Marino, do Centro de Diabetes Curitiba, baseado no Posicionamento da Sociedade Brasileira de Diabetes – SBD – 27/12/2013 (Disponível em: http://www.diabetes.org.br/component/content/article/188-slideshow-home/2399-quiabo-e-diabetes-posicionamento-da-sociedade-brasileira-de-diabete )

Gostou? Compartilhe com seus amigos.