Diabetes na escola

O diabetes exige uma atenção especial no ambiente escolar. Mas especialistas alertam que o tema parece ainda não ter se tornado motivo de preocupação para as escolas.

9 de outubro de 2012 | Autor: Centro de Diabetes Curitiba

O diabetes, segunda doença mais comum na infância, exige uma atenção especial no ambiente escolar. Mas especialistas alertam que o tema parece ainda não ter se tornado motivo de preocupação para as escolas. De acordo com dados do Projeto DAWN Youth, 25% dos jovens brasileiros que possuem a doença acreditam que o diabetes causa um efeito negativo no desempenho escolar, e cerca de 10% deles relataram já ter sofrido discriminação.

Luciana Pechmann, endocrinologista do Centro de Diabetes Curitiba, explica que isso ocorre porque os estudantes não se sentem, e muitas vezes não estão, preparados para lidar com a patologia. “Quatro em cada dez pais afirmaram que o diabetes teve um impacto significativo na vida escolar dos filhos. Além disso, a média de faltas também é maior para eles: essas crianças faltam, pelo menos, uma vez por mês”, sinaliza.

Segundo a endocrinologista, a falta de preparação de profissionais aptos para acompanhar os jovens diabéticos propicia maiores chances de ocorrência de problemas. “Cuidados são necessários no dia a dia dos alunos e a falta deles pode afetar a saúde do paciente”, comenta. “As consequências da glicemia descontrolada, por exemplo, podem ser minimizadas ou evitada se estiver alguém acompanhando a rotina do aluno”, explica.

Atitudes como aplicação de insulina, ingestão de alimentos saudáveis e controle de hipoglicemia devem ser supervisionadas por adultos que tenham conhecimento do caso. “É necessário que os educadores tenham consciência do problema dos estudantes e os ajudem sempre”, diz. E a médica complementa: “Os pais devem procurar escolas que possuam infraestrutura e profissionais capacitados para isso e, desde o início, devem apresentar o caso de seus filhos para quehaja um melhor e mais correto acompanhamento”, indica.

Os profissionais do Centro de Diabetes Curitiba estão à disposição de escolas para o agendamento de reuniões de orientação sobre como atender alunos diabéticos.

Gostou? Compartilhe com seus amigos.